Entre plásticos e acrílicos

CabeçalhoPedroPermuy1

Gente, é incrivelmente tendência os cerimoniais usarem copos de acrílico, dando desculpas para os mesmos (vamos combinar? É mais vantajo$o). Mas será que você ia gostar de receber um drink numa “resistente” taça de acrílico já esbranquiçada e arranhada pelo advento da bucha? Acho que não.

Ai, a gente para e pensa: não sei se é pior o cerimonial oferecer ou a noiva/noivo aceitar. O que que é isso?! Como se dizia antigamente, a menina pode não ter lá tantos predicados, mas a coitada merece um copinho de vidro, não acha? Não adiana vir falar que o acrílico é mais resistente! Sim, pode até ser. Mas você quer servir bebidas num casamento ou numa guerra? Como eu sempre digo: conforto é o contrário de elegante!

Se a taça for personalizada ou fizer parte de um kit do champagne escolhido,  já é ouro departamento. (Foto: Reprodução da Web)

Se a taça for personalizada ou fizer parte de um kit do champagne escolhido, já é outro departamento. (Foto: Reprodução da Web)

Não tem essa necessidade de resistência tão grande… Ademais, cuidado, povo brasileiro: se for ainda mais vantajo$o, veja bem para não ser enganado: acrílico não é plástico (o segundo é ainda pior, por isso, dispensa caracteres). Fica combinado assim!

Deixe uma resposta

Be the first to leave a comment!